Entrevista a Eduardo Félix
13/08/2019

Entrevista a Eduardo Félix

Compartilhar a entrevista com Eduardo Félix, Engenheiro Agrônomo da Bodega Garzón.

  1. Quando se juntou ao projeto Garzón? Como chegou a proposta e como foi o início?

Comecei a trabalhar em Garzón o dia 8 de janeiro do ano 2008. A proposta chegou através de uma oferta de trabalho no jornal para uma vaga de Engenheiro Agrônomo com experiência em viticultura que morasse no Uruguai. Foi um processo de 7 ou 8 meses. Posso definir o começo como muito divertido. Não tínhamos luz, os primeiros meses morei sozinho na fazenda até que se uniu uma equipe de pessoas que trouxe de Canelones. Foi muito divertido.

  1. Quais são as principais características do terroir de Garzón?

As principais características são a proximidade do oceano, as ladeiras e a areia de seu solo de balasto que facilitam a boa drenagem da água. Estar perto do oceano significa mais vento e isso faz que as temperaturas no vinhedo não sejam tão altas e os frutos amadureçam melhor.

O vinhedo com os anos atinge maior estabilidade, pois as raízes da videira penetram na terra com mais profundidade, portanto conseguindo mais minerais que influenciam positivamente na uva. Também a parreira se torna mais estável por causa de sua tolerância à umidade e a mudanças de temperatura.

  1. Quais variedades de cepas há plantadas na atualidade e quais se projetam plantar no futuro?

Na atualidade temos 12 variedades como as mais importantes. Agora também somamos 5 hectares de Chardonnay. Há 7 cepas tintas e 6 brancas. As mais importantes são Tannat com 70 hectares e Alvarinho com 40 hectares plantados. O total plantado hoje em dia é de 236 hectares.

  1. Que particularidades têm atingido graças a proximidade do oceano Atlântico?

A proximidade do oceano proporciona mineralidade em nossos vinhos, uma característica de Garzón. Também, menor acumulação de açúcar, isto é, de grau alcoólico e graças aos ventos conseguimos baixar os níveis de doença da videira, obtendo colheitas com uma qualidade de uva em bom estado de amadurecimento. O vento possibilita que o cacho da videira não fique doente e amadureça bem.

  1. Quais são as condições climáticas ideais para uma excelente colheita em um lugar como Garzón?

Uma primavera sem déficit hídrico para que o vinhedo atinja um desenvolvimento foliar excelente até a altura que acreditamos necessária que é um metro ou um metro e vinte centímetros. Também que durante a floração não haja dias de umidade e ter um verão normal. Com isso me refiro a um verão sem grandes quantidades de chuva. Se for muito seco, obtenho qualidade de uva devido à irrigação, porém não é o tipo de verão que prefiro. A melhor colheita que lembro foi a do ano de 2018.

  1. Qual é o diferencial da Bodega Garzón?

Com certeza o diferencial é o terroir. Temos um solo completamente diferente ao do resto do país pelo conteúdo granítico e por sua ladeira. Uma excelente drenagem e a proximidade do oceano. Também temos um ótimo material genético, com os melhores clones de cada variedade plantados em cada lugar. Além disso, saliento a equipe humana que é muito boa e isso gera um bom ambiente e uma grande efetividade e produtividade.

 

Veja todos os vinhos
Vinhos

Nossas recomendações

Tannat
Reserva 2018

Tannat

Merlot
Single Vineyard 2016

Merlot

Petit Verdot
Single Vineyard 2017

Petit Verdot

Cabernet de Corte
Estate 2017

Cabernet de Corte

Turismo de vinho

Outras Experiências Garzon

  • Tour Garzón Single Vineyard
    Turismo de vinho

    Tour Garzón Single Vineyard

    Deleite-se com a bela vista e visite a adega enquanto degusta vinhos da linha Single Vineyard

  • Tour Garzón Estate
    Turismo de vinho

    Tour Garzón Estate

    Deleite-se com a bela vista e visite a adega enquanto degusta vinhos da linha Estate

  • Tour Garzón Reserva
    Turismo de vinho

    Tour Garzón Reserva

    Deleite-se com a bela vista e visite a adega enquanto degusta vinhos da linha Reserva

  • Piquenique entre os Vinhedos
    Turismo de vinho

    Piquenique entre os Vinhedos

    Desfrute de um piquenique entre os vinhedos e um percurso caminhando ou de bicicleta